Agtech / Impacto Social / Tendências /


Por que usar a plataforma de troca de alimentos idealizada por Rodrigo Hilbert, do GNT

Rodrigo Hilbert

O que é a plataforma pensada por Rodrigo Hilbert, como utilizar a tecnologia e qual sua importância para a sustentabilidade nas grandes cidades  

Por Clayton Melo

Conectar quem mantém hortas urbanas – e está com excedente de alimentos – e as pessoas que buscam ingredientes frescos e saudáveis perto de casa ou do trabalho. Esse é o objetivo da FarmSquare, plataforma web idealizada pelo apresentador Rodrigo Hilbert, do programa Tempero de Família, do GNT.

Além de prático para o usuário, o serviço trabalha a favor da sustentabilidade. Ele ajuda as pessoas a evitar um dos maiores problemas do mundo na atualidade, o desperdício de alimentos, e também é um estímulo à alimentação saudável. Outro benefício é contribuir para a redução do deslocamento das pessoas nas cidades.

Como funciona

O primeiro passo é acessar o endereço www.farmsquare.com.br e criar um perfil. Ao navegar e iniciar as buscas, o usuário vai se deparar com opções de alimentos perto de onde está – se quiser, pode cadastrar os produtos que planeja doar ou trocar. Depois, combina a entrega diretamente com a outra pessoa, por meio de um chat. Toda a comunicação entre as duas partes é feita dentro do serviço.

A motivação

A semente para a criação da ferramenta, que começou a funcionar no ano passado, foi a preocupação de Rodrigo Hilbert com o excedente do que produzia na horta mantida em sua casa. Ele queria encontrar uma formar de juntar os “agricultores urbanos” e os possíveis consumidores de itens frescos e orgânicos.

Rodrigo Hilbert no Tempero de Família, do GNT

Rodrigo Hilbert no Tempero de Família, do GNT

Com isso em mente, o apresentador procurou parceiros que pudessem desenvolver uma solução. A marca de sucos Dell Vale topou ser patrocinadora, e chamou a agência digital CUBOCC, da holding Flag, para desenvolver a plataforma.

A empresa Niiez se encarregou de divulgar a iniciativa para os pequenos produtores e o chef David Hertz, da ONG Gastromotiva, agregou seus conhecimentos na área de reutilização de alimentos. “Ver o projeto disponível para qualquer pessoa interessada em doar ou trocar os excedentes do que produz é muito bacana e gratificante”, disse Hilbert ao Estadão.

Clique aqui para acessar a FarmSquare