Agtech / Banner-Home /


Solinftec é indicada ao AgFunder Innovation Awards 2018, o “Oscar do AgTech”

A Solinftec, empresa líder em Agricultura Digital no Brasil, com sede em Araçatuba, foi indicada ao prêmio AgFunder Innovation Awards 2018, na categoria de “Startups Internacionais Série A – Mais Inovadoras”. A premiação é o Oscar do AgTech, reunindo a nata das empresas internacionais de tecnologia para o agronegócio. A companhia brasileira está concorrendo com empresas da Irlanda, Argentina e Austrália.

 A votação é aberta ao público e vai terminar no dia 23 de fevereiro.  Os vencedores serão anunciados no World Agri-Tech Innovation Summit, principal evento internacional de AgTech, que será realizado nos dias 20 e 21 de março, em São Francisco. Para apoiar a Solinftec, basta votar por meio deste link.    

Premiação é o Oscar do AgTech

 Com sede nos EUA, o AgFunder é a maior e principal plataforma global de investimentos no mercado AgTech. A empresa funciona como um grande marke tplace internacional que conecta investidores e grandes corporações às principais empresas inovadoras do agronegócio. Seus relatórios de tendências em investimentos no setor são referência para todo o ecossistema internacional de tecnologia e agricultura.

Solinftec: a AgTech brasileira que conquistou o Uber e o Airbnb.

Estamos há dez anos realizando uma grande transformação digital no campo,  e concorrer ao prêmio do  AgFunder, o Oscar do Agtech, é muito importante para a Solinftec e para todo o mercado brasileiro”, afirma Daniel Padrão, CEO da Solinftec. “A indicação mostra que estamos conseguindo transformar o agronegócio por meio de tecnologias como Inteligência Artificial, Machine Learning e Internet das Coisas, mostrando que o AgTech brasileiro tem nível global.”

 AgTech de Araçatuba, São Paulo  

 Com sede em Araçatuba, interior de São Paulo, as soluções da Solinftec estão embarcadas em milhares de equipamentos das maiores companhias de cana do País, como Raízen, Tereos e São Martinho, e de grãos, como a Terra Santa. Entre as 10 maiores empresas do setor sucroenergético, oito são clientes da empresa – a empresa hoje atende clientes que cobrem 5 milhões de hectares de lavoura de cana, mais de 50% da cultura no Brasil.