Agrocorp /


Pesquisa AgriHub: Onde estão as oportunidades do agro?

AgriHub

Estudo do AgriHub identifica os principais problemas dos produtores rurais do Mato Grosso; acesse a pesquisa e conheça os resultados

Por Pedro Romanos

Quais são os principais problemas enfrentados pelos produtores rurais do Mato Grosso? Conhecer essa resposta significa identificar grandes oportunidades para as startups e empresas de tecnologia para a agricultura, que podem oferecer soluções certeiras para um dos principais mercados do País. O levantamento “Onde estão as grandes oportunidades do Agro?” responde exatamente a essa pergunta.

capastartagrositeRealizado pelo AgriHub, rede de inovação que conecta produtores rurais, startups, pesquisadores e investidores no Mato Grosso, a pesquisa foi feita com 53 produtores rurais dos municípios de Sorriso, Campo Novo do Parecis, Campo Verde e Água Boa. Paralelo a esse levantamento de dados, foi feita uma validação com 677 pessoas que participaram dos 18 eventos da Caravana do Soja Brasil. Na ocasião, foram discutidos com os produtores rurais os problemas Top of Mind, ou seja, aqueles considerados os mais desafiadores.

O disgnóstico foi apresentado durante o Summit AgriHub, evento de inovação agrícola realizado no Mato Grosso durante os dias 18 e 19 de abril e que contou com parceria da StartAgro, que realizou um painel próprio na programação do evento.  

Segundo o responsável pelo estudo e pelas parcerias AgriHub, Fábio Silva, os desafios na produção agropecuária variam muito. Envolvem, por exemplo, questões como combate a doenças, ervas daninhas e pragas, previsão do tempo, mão de obra, informações para tomada de decisão, gestão da propriedade e classificação de grãos, entre outros.

Foram distribuídos 300 exemplares da pesquisa durante o Summit AgriHub e as versões online estão disponíveis nos sites da Farmato.

Confira abaixo os principais problemas enfrentados pelos produtores  rurais do Mato Grosso:  

Falta de compartilhamento de informações:

Principais motivos apontados para a falta de compartilhamento de informações:

– Insegurança (38%)

– Hábito (35%)

– Não veem vantagens em compartilhar (11%)

– Temem as propagandas indesejadas (8%)

– Acreditam que seus dados podem ser vendidos (8%).

Precariedade no serviço de internet:

Principais motivos:

– Possui internet a rádio em suas propriedades (41%),.

– Apenas internet móvel (21%)

– Somente internet banda larga (19%),

– Somente internet via satélite (8%)

Sensores de monitoramento de tempo

Principais motivos

– Preços inviabilizam o investimento (47%).

– Disponibilidade (41%)

– Não sei (6%)

– Não vejo necessidade (4%)

– Não tem vontade (3%).

Custos para combater pragas e ervas daninha

Aqui o problema se resume a eficiência e custo. 76% dos produtores acreditam que as máquinas são capazes de acabar com a infestação de ervas daninhas e pragas, entretanto, Fábio Silva, um dos idealizadores da pesquisa apontou dados sobre a eficiência dos pulverizadores. “Se as máquinas adaptassem algunas tecnologias haveria uma redução de custo de 58,9% em um mercado que movimenta 2,2 bilhões de reais”, diz Fábio.

Subjetividade na classificação de grãos

Classificar os grãos é considerada uma das tarefas mais difíceis para os agricultores entrevistados. Esse processo ainda é realizado por humanos e, muitas vezes, julgar a qualidade dos grãos é um processo muito subjetivo. 94% acreditam que as máquinas seriam mais eficientes para realizar esse processo, porém, ainda não há um investimento nessa área. Com as falhas nesse processo houve uma redução de R$ 3,11 bilhões na renda bruta dos agricultores.

Para acessar a versão completa da pesquisa, acesse o site da Famato.