Agrocorp / Agtech / Banner-Home / Notícias /


Oito empresas querem resolver o problema da conectividade do agro

Iniciativa ConectarAgro prevê o desenvolvimento de uma solução 4G para pequenos e médios produtores

A conectividade continua sendo um dos principais problemas do campo. Agtechs desenvolvem tecnologias avançadas que não podem ser adotadas pelos produtores simplesmente porque a conexão não chega às fazendas. Para tentar resolver essa questão, oito empresas se uniram na iniciativa ConectarAgro, cujo objetivo é criar uma solução de conectividade aberta que deve beneficiar os produtores já em 2019.

AGCO, Climate FieldView, CNH Industrial, Jacto, Nokia, Solinftec, TIM e Trimble vão apresentar a iniciativa oficialmente, bem como os detalhes do funcionamento do projeto, em seus estandes durante a 26ª edição da Agrishow, maior feira do setor agropecuário da América Latina acontece entre os dias 29 de abril e 3 de maio, em Ribeirão Preto.

A iniciativa prevê a adoção de tecnologias, expertises e experiências das oito empresas, mas não haverá desenvolvimento, produção ou comercialização conjunta de serviços por elas. Cada uma vai continuar atuando de forma independente, e elas não vão compartilhar riscos e resultados.

De acordo com a revista Globo Rural, a meta é cobrir 5 milhões de hectares até o final deste ano. A solução também vai adotar a rede 4G de 700 MHz, a mesma adotada em grandes centros urbanos. A grande vantagem é levar conexão para pequenos e médios produtores, que ficam de fora das soluções já existentes.

Existem outros projetos em andamento com o mesmo objetivo de resolver o problema da conectividade no campo. Vivo, Ericsson e a Raízen lançaram o Agro IoT Lab, projeto de desenvolvimento de aplicações para o campo com base na Internet das Coisas e M2M que usa frequência de 450 MHz da rede 4G. A própria TIM já trabalhava em soluções em parcerias com grupos como o Adeco Agropecuária.