Banner-Home / Mundo AgTech /


Mundo AgTech: edição de 10 de janeiro

Um giro pelo que acontece de mais relevante e interessante nas startups do agronegócio pelo mundo

Robôs franceses na lavoura

A agtech francesa Naïo Technologies, especializada em robótica, captou 14 milhões de euros em uma rodada série A liderada pelo banco nacional de investimentos francês Bpifrance. Fundada em 2011, a empresa desenvolve atualmente três robôs autônomos para o campo: Oz, Ted e Dino. Especializados na retirada de ervas daninhas, eles usam diversas ferramentas que reduzem o uso de químicos. O Ted, por exemplo, foi desenvolvido especificamente para vinícolas. Atualmente, a companhia já tem 150 unidades em funcionamento na Europa e na América do Norte.

Leia o texto completo sobre a startup no AgFunder News

Carne de porco à base de plantas

Um dos destaques da feira de tecnologia CES, a food tech Impossible Foods, conhecida por seus hambúrgueres à base de plantas, lançou agora uma alternativa à carne suína. Ela será comercializada moída, como base para outras receitas, e em salsichas. A presença da empresa no evento, conhecido pelo lançamento de gadgets modernos, pode parecer surpreendente. Mas o CEO, Peter Brown, afirma que estar na CES é algo natural para a Impossible. “O sistema alimentar é a principal tecnologia da Terra. É, absolutamente, uma tecnologia, mesmo que ela não seja reconhecida como tal. O uso de animais como uma tecnologia alimentar é muito destrutiva. E fundamos a Impossible com o objetivo de lidar com esse problema. Reconhecemos que se trata de um problema tecnológico”, diz ele.

Leia a reportagem na íntegra no Tech Crunch

Cultivando hortaliças dentro de casa

Outra empresa presente na CES, a LG apresentou um modelo de cultivador indoor para que qualquer pessoa possa ter hortaliças fresquinhas produzidas dentro de casa. Cada unidade pode produzir 24 mudas, seis em cada uma de suas quatro bandejas. As sementes, compradas diretamente da LG, já virão com todos os fertilizantes necessários. E o próprio cultivador vai oferecer a quantidade certa de água e de iluminação, por meio de luzes de LED e sensores. Por enquanto, a novidade não tem data para chegar ao mercado nem preço estimado. Especialistas dizem que se trata de uma estratégia da LG para ampliar o interesse no produto.

Leia mais na reportagem da Digital Trends