Agenda / Agtech / Banner-Home /


Mega Hack Covid 19 busca soluções para reduzir impacto da pandemia

Hackathon virtual terá início no dia 28 de março

Com o objetivo de encontrar soluções eficazes para reduzir o impacto da pandemia em startups e pequenas empresas, a Shawee, responsável pela organização de hackathons, lançou o Mega Hack Covid 19. Trata-se de uma maratona criativa virtual que vai receber ideias para um banco de projetos capazes de ajudar no futuro ainda incerto. As inscrições podem ser feitas neste endereço até o dia 27 de março.

Qualquer perfil de empresa pode participar, incluindo agtechs. Não haverá curadoria. Basta fazer o cadastro. O desafio terá início no dia 28 de março e o formato prevê a formação de grupos de cinco pessoas, com desenvolvedores e representantes de business, marketing e UX. Durante 11 dias, cada grupo de empreendedores terá que desenvolver uma ideia ou um projeto que, de alguma forma, ajude a minimizar os impactos da pandemia.

Leia mais:
SoftBank busca captar US$ 10 bilhões para ajudar startups afetadas pelo novo coronavírus
Programa de aceleração BRDE Labs está com inscrições abertas

A conclusão será no dia 7 de abril, com a formação de um grande banco de soluções. O Mega Hack Covid conta com o apoio de diversas startups e de hubs e fundos de investimento, como o Cubo Itaú e a SP Ventures, focada em aportes em agtechs.

O Pulse, hub de inovação da Raízen e um dos principais representantes do ambiente de inovação do AgTech Valley, em Piracicaba, também oficializou o apoio ao hackathon. “Vamos colocar todo nosso ecossistema para buscar soluções”, diz Ricardo Campo, gestor do Pulse.

A programação também inclui palestras com mentores. A lista completa ainda receberá mais nomes, mas entre os confirmados estão Edson Mackeenzy, diretor de investimentos do fundo The Venture City, e Ana Meneghini, diretora de marketing da Omie Experience, plataforma de gestão online.